Os estudantes do Curso Técnico em Alimentos do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Jubilino Cunegundes, em Morro do Chapéu ensinaram a fazer tomates secos, que podem incrementar deliciosas receitas para as festas de final de ano. A partir da técnica de desidratação de alimentos e defumados, os alunos estão produzindo compotas de tomate seco, em três sabores: apimentado, ao molho de ervas e azeitona e orégano. O produto deverá ser comercializado na região, brevemente, com o nome de Tomate Seco da Chapada, estimulando o empreendedorismo entre os futuros técnicos de nível médio.

Os estudantes experimentam os conteúdos que aprenderam nas aulas teóricas de três disciplinas – Tecnologia de produtos de origem agropecuária; Análise sensorial e Controle de qualidade –, sob a orientação da professora Rosiane Uchoa. “Estamos desenvolvendo uma linha de produção de tomates secos que será comercializada através da parceria de uma cooperativa local. A ideia é que os nossos alunos incorporem o senso do empreendedorismo, a partir de uma produção fácil e viável comercialmente, por meio da antiga técnica da defumação para a conservação do alimento”, explica a educadora.

A estudante Elizete Alves, 33, do Curso Técnico em Alimento, conta que a sua experiência no CEEP Jubilino Cunegundes lhe abriu “as portas do conhecimento”. “Voltar a estudar depois de 19 anos de ter concluído o segundo grau e retornar já em outra fase da vida, como mãe de família e trabalhando fora, foi uma vitória para mim. É uma conquista importante estar concluindo um curso que me despertou para a pesquisar, que nos fez descobrir possibilidades de empreendedorismo, como a do tomate seco”, relata.



São os próprios estudantes que revelam o modo de fazer o tomate seco, apenas com o auxílio de um micro-ondas e alguns ingredientes. “Sabe aquele tomate super maduro que está na geladeira, a ponto de ser descartado? Então, são os melhores para a receita”, ensina a estudante Elizete. Veja abaixo a receita. “Uma quantidade de 200 g de tomate seca poderá ser comercializada a R$ 3, sendo que nos mercados encontramos por um preço médio de R$ 11. “Além do barateamento, conseguimos um produto com alto controle de qualidade, que é a nossa maior preocupação, e de uso diversificado, como torradas, saladas, assados e pizzas”, destaca a professora Rosiane.

Visita técnica - A professora Rosiane Uchoa conta que, como parte do desenvolvimento do produto, os estudantes fizeram uma visita técnica à fábrica defumadora Sabor Latino, que está sendo construída em Morro do Chapéu. “A ida à empresa os deixou encantados não só com o empreendimento em si, mas também com a nova porta de estágio que se abrirá quando a empresa estiver em funcionamento”, afirma, ressaltando que o CEEP capta os pontos de estágios e direciona os estudantes. A educadora ressalta, ainda, que o campo profissional na área “é muito bom” e, a partir do estágio, que faz parte da grade curricular e pode ser feito a partir do segundo ano do curso, os estudantes têm a possibilidade de colocar em prática o que aprenderam em sala de aula. “É uma experiência imprescindível”, atesta Rosiane.

Como fazer tomate seco em conserva:

Ingredientes:

400 gramas de tomates bem maduros
1 colher (sopa) e ½ de açúcar
1 colher (sopa) de sal

Modo de Preparo
Lave e corte os tomates no comprimento, tire as sementes e deixe-os no escorredor de macarrão. Coloque-os nas assadeiras com a casca virada para a assadeira. Salpique sobre as metades o açúcar e o sal bem misturados. Deixar os tomates descansando por 30 minutos e, depois, levá-los ao forno micro-ondas em temperatura máxima por cinco minutos. Após esse tempo, retira-os para escorrer a água que ficou na vasilha e repete a operação por mais três vezes, totalizando 20 minutos (fracionados em cinco minutos por quatro vezes) no micro-onda. Após esse processo, colocar os tomates já quase desidratados novamente por mais 20 a 30 minutos ininterruptos no micro-ondas.

A segunda etapa da receita é temperar os tomates com azeite extra virgem, orégano, ervas finas, pimenta e sal a gosto, e colocá-los nas compotas. Conserva-se o produto na geladeira, com uma durabilidade de dez dias na geladeira e mais oito, após abrir o recipiente.