Yahoo Notícias/ foto: Fátima Meira/Futura Press

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta quarta-feira, 18, por 39 votos a 26, o parecer do deputado Bonifácio de Andrada, que rejeita a segunda denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. Houve apenas uma abstenção.

Na prática, a decisão é o primeiro passo da tramitação da denúncia, mas cabe ao plenário da Câmara a votação decisiva sobre o prosseguimento da denúncia para o Supremo Tribunal Federal. Para que isso aconteça, é preciso ter pelo menos 342 votos favoráveis de um total de 513 deputados. Caso seja rejeitada a denúncia, Temer poderá ser processado apenas quando seu mandato acabar.

A denúncia

Michel Temer e seus ministros são acusados de integrar organização criminosa e receberem pelo menos R$ 587 milhões em propinas. Temer também é acusado de obstrução da Justiça, por supostamente ter dado aval para que a JBS comprasse o silêncio de Eduardo Cunha e de Lúcio Funaro.